Buscar
  • Marilene Simioni

Neuropsicologia e seus objetivos

Atualizado: Mai 7


CFP - Conselho Federal de Neuropsicologia. (2004). Resolução nº 02/2004 Reconhece a Neuropsicologia como especialidade em Psicologia para finalidade de concessão e registro do título de Especialista.


Estuda os distúrbios cognitivos e emocionais, bem como os distúrbios de personalidade provocados por lesões do cérebro. Ao receber e interpretar as informações sensoriais e ao comunicar-se com os outros, utilizando-se de suas funções cognitivas exprimi as lesões sofridas em desordens comportamentais.


Essa é a razão pela qual a neuropsicologia também é chamada de neurologia comportamental.


Atuar no diagnostico, acompanhamento, tratamento e pesquisa da cognição, das emoções, da personalidade e do comportamento sob o enfoque da relação entre aspectos e o funcionamento cerebral.


Utiliza instrumentos especificamente padronizados para avaliação das funções neuropsicológicas envolvendo principalmente habilidades de atenção, percepção, linguagem raciocino, abstração, memória, aprendizagem, habilidades acadêmicas, processamento da informação visou-construtiva, afeto, funções motoras e executivas.


Estabelece parâmetros para emissão de laudos com fins clínicos, jurídicos ou de perícia, completa o diagnostico na área do desenvolvimento e aprendizagem.


Os objetivos são de levantar dados clínicos que permitam diagnosticar e estabelecer tipos de intervenção, e reabilitação particular e específica para pacientes e grupos nas seguintes condições:


Paciente que apresentam prejuízos ou modificações cognitivas ou comportamentos devido a eventos que atingiram primaria ou secundariamente o sistema nervoso central.


O potencial adaptativo não é suficiente para manejo da vida pratica, acadêmica, profissional familiar ou social.


Foram geradas ou associadas a problemas bioquímicos ou elétricos do cérebro, decorrendo disto modificações ou prejuízos cognitivos, comportamentais ou afetivos.


Adultos


TCE (trauma crânio encefálico)

AVC (acidente vascular cerebral)

Alterações cognitivas pós AVC

Encefalites, HIV, vasculites etc

Esclerose múltipla

Demências

Tumores do sistema nervoso central

Parkinson

Epilepsia

Doenças de Alzheimer

Agnosias visuais, construtivas etc

Afasias, Disartrias

Avaliação de déficit cognitivo associado ao alcoolismo (demência Werneck Korsakoff)

Avaliação de déficit cognitivo associado a drogas (cocaína , cola, etc.)

Avaliação dos déficits cognitivos na esquizofrenia

Diagnóstico diferencial das dismnésias (depressão versus demência)


Crianças


Avaliação de déficit intelectual congênito

TDAH Transtorno de déficits de atenção e Hiperatividade

Distúrbios Mnésticos (problemas de memória)

Distúrbios de Aprendizagem

Dislexias, discalculias

Raciocínio matemático

Velocidade de processamento de informação

Enurese, encoprese, etc.



12 visualizações